- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Angola coloca 525 MEuros em dívida pública numa semana mantendo juros de...

Angola coloca 525 MEuros em dívida pública numa semana mantendo juros de quase 24%

A dívida pública colocada por Angola diminuiu quatro por cento na última semana, face à anterior, para 104 mil milhões de kwanzas (525 milhões de euros), mantendo juros de quase 24% para emissões a um ano.

Segundo dados do relatório semanal sobre a evolução dos mercados monetário e cambial do Banco Nacional de Angola (BNA), compilados hoje pela Lusa, o banco central colocou no mercado primário, entre 20 e 24 de novembro, 31,7 mil milhões de kwanzas (160 milhões de euros) em Bilhetes do Tesouro (BT) e 67,9 mil milhões de kwanzas (342,6 milhões de euros) em Obrigações do Tesouro indexadas à taxa de câmbio (OT-TXC).

As taxas de juro médias a pagar pela emissão de BT pelo BNA, em representação do Estado angolano, oscilaram entre os 16,15% na maturidade a 91 dias e os 23,90% no prazo de 364 dias, praticamente inalteradas desde março, enquanto as OT indexadas à taxa de câmbio vão pagar taxas de juro nominais entre os 7,0%, pela maturidade de três anos, e os 7,75%, para a maturidade de seis anos.

Esta foi a 40.ª emissão semanal de dívida pública de 2017, mantendo-se em máximos do ano, sendo que no segmento de venda direta de Títulos do Tesouro ao público em geral foram ainda colocados 4,3 mil milhões de kwanzas (21,7 milhões de euros).

Desde o início da emissão de dívida em 2017, que só arrancou na segunda quinzena de fevereiro, Angola já colocou cerca de 2,085 biliões de kwanzas (10.500 milhões de euros) em bilhetes e obrigações do Tesouro.

Angola vive desde finais de 2014 uma crise financeira e económica e no Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2017 as receitas fiscais só deverão cobrir 49,6% das necessidades totais, acrescido das receitas patrimoniais, com 6,7%, de acordo com o mesmo documento.

As receitas provenientes do endividamento público deverão atingir um peso de 43,6% do valor global inscrito no Orçamento, chegando a 3,224 biliões de kwanzas (16,2 mil milhões de euros).

Além de contrair nova despesa pública, no mercado interno e externo, o OGE de 2017 prevê 2,338 biliões de kwanzas (11,8 mil milhões de euros) para o serviço da dívida este ano.

Nas contas do Governo, está inscrito um défice orçamental de 5,8% do Produto Interno Bruto em 2017, no valor de 1,139 biliões de kwanzas (5,7 mil milhões de euros). (Diário de Notícias)

por Lusa

- Publicidade -
- Publicidade -

Jovens roubam idosos e são presos após comprar bebidas em mercado

Três adolescentes foram apreendidos e um adulto foi preso, no início da madrugada desta segunda-feira (21), suspeitos de render e assaltar um casal de...
- Publicidade -

Director do Hospital do Moxico constituído arguido

O director do Hospital Geral do Moxico, Yava Macano, foi constituído arguido, esta terça-feira, pela Procuradoria-Geral da República, indiciado do crime de peculato. Numa nota...

Governo encerra templos da IURD e prolonga estado de calamidade pública

O Presidente angolano, João Lourenço, decretou a prorrogação da vivência do estado de calamidade pública no país, autorizando ainda a realização de cultos. Uma...

Covid-19: País notifica mais 119 casos, uma morte e 13 recuperados

Angola registou nas últimas 24 horas, mais 119 novos casos, um óbito e 13 recuperações, de acordo com o secretário de Estado para a...

Notícias relacionadas

Jovens roubam idosos e são presos após comprar bebidas em mercado

Três adolescentes foram apreendidos e um adulto foi preso, no início da madrugada desta segunda-feira (21), suspeitos de render e assaltar um casal de...

Director do Hospital do Moxico constituído arguido

O director do Hospital Geral do Moxico, Yava Macano, foi constituído arguido, esta terça-feira, pela Procuradoria-Geral da República, indiciado do crime de peculato. Numa nota...

Governo encerra templos da IURD e prolonga estado de calamidade pública

O Presidente angolano, João Lourenço, decretou a prorrogação da vivência do estado de calamidade pública no país, autorizando ainda a realização de cultos. Uma...

Covid-19: País notifica mais 119 casos, uma morte e 13 recuperados

Angola registou nas últimas 24 horas, mais 119 novos casos, um óbito e 13 recuperações, de acordo com o secretário de Estado para a...

Albinos queixam-se de abandono e discriminação na província do Uíge

A Associação dos Albinos do Uíge, em Angola, queixa-se da falta de apoio e atenção das autoridades locais em função das dificuldades do dia-a-dia. “Precisamos...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.