Ler Agora:
Zimbabwe: Testemunhada presença de carros de combate nos arredores de Harare
Artigo completo 2 minutos de leitura

Zimbabwe: Testemunhada presença de carros de combate nos arredores de Harare

Uma coluna composta por vários carros de combate foi vista nesta terça-feira, numa das principais artérias dos arredores da capital zimbabweana, Harare, noticiou a AFP, citando testemunhas oculares.

“Vi uma longa coluna de veículos, entre os quais tanques. Não sei em que direcção vão”, declarou sob anonimato uma vendedora de frutas próximo do centro comercial Westgate, nos arredores de Harare.

Numa advertência sem precedentes, o chefe do Exército do Zimbabwe, o general Constantino Chiwenga, denunciou a demissão na semana passada, do vice-presidente do país, tendo alertado que as Forças armadas poderão “intervir” se as expulsões não cessarem no seio do partido governante Zanu-PF.

O Vice-presidente Emmerson Mnangagwa, 75 anos, tido desde há muito como o delfim do presidente Mugabe, foi demitido das suas funções na semana passada e fugiu do país, após desentendimentos com a primeira dama, Grace Mugabe, 52 anos.

Mnangagwa era tido como um dos colaboradores mais fiéis de Mugabe, tendo trabalhado ao seu lado por mais de 40 anos e a sua demissão foi acolhido com uma certa indignação na região.

Reagindo as declarações do chefe do Exército, o principal partido da oposição no Zimbabwe, o Movimento para a Mudança Democrática (MDC), e o braço juvenil do partido presidencial exortaram ambos para a manutenção do regime civil.

Na opinião de alguns observadores, com a demissão de Mnangagwa, Grace Mugabe, encontra-se neste momento numa posição ideal para a sucessão do seu esposo Robert Mugabe, de 93 anos. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »