Ler Agora:
Deslizamento deixa quatro mortos e 18 desaparecidos na Colômbia
Artigo completo 2 minutos de leitura

Deslizamento deixa quatro mortos e 18 desaparecidos na Colômbia

Um deslizamento que atingiu na noite de terça-feira (7) Corinto, um povoado do sudoeste da Colômbia, deixou quatro mortos e 18 desaparecidos, além de centenas de casas afetadas, segundo o mais recente balanço das autoridades.

A emergência se originou pelas fortes chuvas que transbordaram o rio Paila. A cheia arrastou troncos e pedras, castigando este município de cerca de 30.000 habitantes.

Alertados pelas sirenes, muitos moradores conseguiram fugir antes que o rio transbordasse e inundasse ruas e casas. Até terça-feira havia 26 feridos e quatro desaparecidos.

No entanto, equipes de socorro, policiais e militares localizaram quatro corpos e procuram por 18 desaparecidos.

“As pessoas que faleceram foi porque não saíram a tempo, mas o sistema de alerta precoce funcionou. Esta tragédia teria sido muito mais grave” se não fosse por isso, disse o presidente Juan Manuel Santos ao viajar a Corinto para se reunir com o posto de comando unificado que atende a situação.

Também há 380 moradias atingidas e 37 que desabaram pela força do deslizamento, detalhou em comunicado o posto de comando. O serviço de água potável está suspenso.

Nesta quarta-feira não eram registadas novas chuvas em Corinto.

As pessoas gritavam “o rio transbordou! O rio transbordou!. Tudo estava cheio de lama e via os animais correndo”, contou Conrado Montoya, um jornalista de Corinto de 64 anos.

O deslizamento deixa até agora 246 pessoas danificadas, que recebem atendimento em um abrigo, segundo o balanço oficial.

Diante da emergência em Corinto, Santos pediu às autoridades locais que ativem os planos para “fazer frente à onda invernal que afeta várias regiões” do país. (Afp)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »