Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Ataques aéreos deixam mais de 60 mortos em cidade síria

0

O número de mortos em ataques aéreos numa cidade síria em uma “zona de desescalada” cresceu para 61, informou nesta terça-feira um grupo de monitoramento da guerra, em uma demonstração do frágil estado de áreas estabelecidas em tentativa de diminuir a violência.

Rebeldes jihadistas culparam aviões de guerra russos pelo ataque de segunda-feira e disseram que irão lutar de volta contra forças do presidente sírio, Bashar al-Assad, e seus apoiantes russos e iranianos no conflito de seis anos.

O Observatório Sírio para Direitos Humanos, sediado no Reino Unido, informou que três ataques aéreos atingiram o mercado de Atareb, oeste de Aleppo, e mataram ao menos 61 pessoas.

Atareb fica dentro do que é conhecido como uma zona de desescalada sob um acordo entre Turquia, Rússia e Irão para reduzir mortes. Mas, apesar de esforços diplomáticos, lutas continuam em muitas áreas, incluindo Aleppo, Idlib, Raqqa, Deir al-Zor e Hama.

“(As zonas) diminuíram confrontos”, disse à Reuters o assessor humanitário da Organização das Nações Unidas Jan Egeland. Mas ultimamente “tem havido um aumento de confrontos também”.

As zonas foram estabelecidas sob o processo de Astana, uma série de conversas na capital do Cazaquistão entre a Rússia e o Irão, e a Turquia, apoiadora dos rebeldes.
Os países concordaram em setembro em enviar observadores para a fronteira de uma zona de desescalada na província síria de Idlib, que está amplamente sob controle de insurgentes islâmicos. (Reuters)

Deixe uma comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »