Radio Calema
InicioAngolaRegiõesRecolha de lixo condicionada por insuficientes operadoras em Malanje

Recolha de lixo condicionada por insuficientes operadoras em Malanje

A insuficiência de empresas operadoras de recolha de lixo na cidade de Malanje tem dificultado nos últimos tempos a recolha de resíduos sólidos e, consequentemente, originado acúmulos dessa matéria em vários pontos da cidade capital.

A informação foi dada hoje (quinta-feira) pelo administrador municipal, João de Assunção, quando falava à Angop sobre a problemática do lixo na cidade capital, referindo que nesta altura a JODGAS é a única empresa de limpeza que opera na sede municipal.

“A recolha de resíduos sólidos é extremamente desafiadora, porque todos os dias os munícipes produzem lixo doméstico, institucional, comercial e não só, e a capacidade de recolha não corresponde a demanda porque nesta altura só existe uma empresa contratada para o efeito”, frisou.

Com vista a minimizar a situação, de acordo com o responsável, a administração municipal de Malanje tem estado a reforçar a recolha e tratamento do lixo, na cidade e bairros periféricos com alguns meios próprios e pessoal administrativo, embora também em número reduzido, razão pela qual existem ainda focos de resíduos sólidos em algumas artérias da cidade.

Precisou que aliada a essa situação, está a insuficiência de contentores, tudo porque muitos munícipes foram vandalizando os mesmos equipamentos em várias ruas da cidade, dando assim lugar a deposição de forma desordenada de lixo em muitas ruas, bem como o surgimento de outros grandes focos em mercados informais e nos arredores da localidade de Matadi ya njinga.

Por outro lado, o administrador anunciou que foi localizado um espaço na localidade de Camabole onde, a partir dos próximos dias, começará a ser depositado o lixo, enquanto aguarda-se pela concretização dum projecto de construção do aterro sanitário de Malanje.

Tendo em conta que os aglomerados de lixo na cidade, constituem factores de risco para a saúde humana, João de Assunção fez saber que o seu pelouro em colaboração com a direcção municipal de Malanje de saúde, tem levado a cabo acções de sensibilização da população para ter em conta as vias de prevenção das enfermidades, o que passa por evitar contacto com os mesmos resíduos e dá-los o devido tratamento quando produzidos em casa.

O município de Malanje compreende as comunas de Ngola Luije e Cambaxe, com uma população estimada em mais de 500 mil habitantes. (Angop)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.