Radio Calema
InicioEconomiaNovagrolider vence prémio de melhor empresa exportadora

Novagrolider vence prémio de melhor empresa exportadora

A empresa “Novagrolider”, dedicada à produção de diversos produtos agrícolas há 12 anos em Angola, foi na noite desta quarta-feira, em Luanda, a grande vencedora da 7ª edição dos Prémios Sirius/2017, na categoria de melhor empresa exportadora.

Nesta categoria, a empresa angolana foi destacada por ter arrecadado cerca de 119 milhões de kwanzas/mês com as exportações de diversos produtos feitas ao longo deste ano.

Este valor obtido das exportações, em 2017, representa um crescimento de 90 porcento face ao ano anterior, aumentando os níveis de produção nacional e, consequentemente, tornando os produtos de Angola cada vez mais competitivos no mercado local e externo.

O corpo de jurado entendeu, igualmente, atribuir o prémio à Novagrolider por possuir um projecto de café biológico para exportação, cuja previsão de facturação para o primeiro ano é de cerca de 300 milhões de kwanzas, uma referência crucial para o tecido empresarial nacional.

Ao receber o respectivo prémio, o administrador da Novagrolider, João Macedo, referiu que a sua empresa continua comprometida com o desenvolvimento da agricultura no país, tornando o sector agrícola mais eficiente, produtiva e tecnológica para concorrer com as outras economias do mundo.

“Actualmente estamos empenhados a criar novos produtos para exportação, visando a diversificação da economia nacional e a arrecadação de divisas para o país”, afirmou o gestor.

A contínua aposta na formação e capacitação dos trabalhadores também consta das prioridades da Novagrolider, segundo João Macedo.

A empresa, que exporta os seus produtos há dois anos, produz cerca de 50 tipos de produtos agrícolas e emprega mais de três mil trabalhadores.

Num universo de dez categorias da 7ª edição dos Prémios Sirius, foram também premiadas as empresas Banco Caixa Geral Angola, na categoria de melhor programa de desenvolvimento do capital humano, a Total E&P Angola (categoria de melhor programa de responsabilidade social) e Acail Angola, melhor investimento directo estrangeiro.

Para a categoria de prémio empreendedor do ano foi distinguido o empresário da firma Indústrias Alimentares Reunidas (INAR), Victor Alves (82 anos de idade), enquanto a empresa Omatapalo venceu o prémio de melhor relatório de gestão e contas do sector não financeiro.

Na banca, o Starndard Bank de Angola (SBA) foi o vencedor do prémio de melhor relatório de gestão e contas do sector financeiro.

A Latiangol foi distinguida com o prémio empresa do ano do sector não financeiro, enquanto o Banco Angolano de Investimento (BAI) venceu o prémio empresa do ano no sector financeiro.

O prémio melhor gestor do ano foi atribuído ao presidente do Conselho Executivo da empresa Angola Cables, António Nunes.

Além do momento cultural, que foi animada pelo músico Matias Damásio, a noite da 7ª edição dos Prémios Sirius ficou ainda marcada com a homenagem ao povo angolano, sob o lema “Um povo, um país”, pela forma superior como a nação tem sabido desenhar e conduzir os seus destinos, granjeando respeito e admiração no mundo.

A homenagem e o reconhecimento do contributo do ex-presidente de júri deste evento, Manuel Nunes Júnior, que presidiu desde de 2011, também marcaram a 7ª edição dos Prémios Sirius.

O evento, promovido anualmente pela consultora Deloitte, foi testemunhado por empresários, membros do Executivo, entre outras individualidades.

A gala de premiação dos Prémios Sirius visa homenagear a excelência, o talento e as boas práticas das empresas e individualidades que mais se destacaram na comunidade empresarial angolana durante o exercício económico. (Angop)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.