Radio Calema
InicioMundo LusófonoBrasilNova pesquisa revela que Brasil tem 12,7 milhões de desempregados

Nova pesquisa revela que Brasil tem 12,7 milhões de desempregados

Resultado significa que há mais 698 mil desempregados em relação a um ano antes, aumento de 5,8%.

Apesar da melhora recente, o Brasil ainda contava com 12,740 milhões de pessoas em busca de emprego no trimestre encerrado em outubro, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira, dia 30.

O resultado significa que há mais 698 mil desempregados em relação a um ano antes, o equivalente a um aumento de 5,8%. Por outro lado, o total de ocupados cresceu 1,8% no período de um ano, o equivalente à criação de 1,662 milhão de postos de trabalho.

Como consequência, a taxa de desemprego passou de 11,8% no trimestre até outubro de 2016 para 12,2% no trimestre encerrado em outubro de 2017. Em outubro, o País tinha 230 mil brasileiros a menos na inatividade, em relação ao patamar de um ano antes. O recuo na população que está fora da força de trabalho foi de 0,4% ante o mesmo período de 2016.

O nível da ocupação, que mede o porcentual de pessoas ocupadas na população em idade de trabalhar, foi estimado em 54,2% no trimestre terminado em outubro.

Setores

A construção cortou 161 mil postos de trabalho no período de um ano, segundo dados da Pnad Contínua. O total de ocupados na atividade encolheu 2,3% no trimestre até outubro de 2017 ante o mesmo período de 2016.

Também houve corte de vagas no setor de agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura, com menos 419 mil empregados, um recuo de 4,7% no total de ocupados, e no segmento de administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais, com menos 20 mil vagas, o equivalente a uma ligeira queda de 0,1% na ocupação.

Na direção oposta, a indústria criou 290 mil vagas no período de um ano, uma alta de 2,5% no total de ocupados no setor no trimestre encerrado em outubro ante o mesmo trimestre de 2016, segundo o IBGE. O comércio contratou 392 mil empregados, alta de 2,3% na ocupação no setor.

A atividade de Informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas – que inclui alguns serviços prestados à indústria – registrou um crescimento de 540 mil vagas em um ano, 5,6 de ocupados a mais. Também houve aumento no contingente de trabalhadores de alojamento e alimentação (+494 mil empregados), outros serviços (+269 mil pessoas), transporte, armazenagem e correio (+154 mil ocupados) e serviços domésticos (+104 mil empregados). (Band B)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.