Radio Calema
InicioGovernos ProvinciaisGoverno Provincial de LuandaGovernador de Luanda solicita maior empenho das operadoras de limpeza

Governador de Luanda solicita maior empenho das operadoras de limpeza

As nove operadoras de limpeza em Luanda foram exortadas hoje, terça-feira, pelo governador provincial de Luanda, Adriano Mendes de Carvalho, a empreender maior esforço e empenho na limpeza da cidade.

O apelo do governador foi feito durante a abertura de uma reunião que manteve com responsáveis das operadoras de recolha de resíduos sólidos, com os quais abordou a situação da limpeza da província.

Aos operadores, Adriano Mendes de Carvalho pediu um esforço redobrado, no sentido de poderem melhorar a imagem da capital do país que neste momento se encontra num estado preocupante.

Chamou atenção a algumas operadoras que efectuam a recolha apenas em áreas mais visíveis, deixando o interior dos bairros sem a sua intervenção, no sentido de mudarem esse comportamento.

Adriano Mendes de Carvalho disse ter consciência da dívida de alguns meses a algumas empresas, mas afirma que o estado paga sempre as suas dívidas. “Sei que devem estar a dizer, então temos meses em atraso. Está bem. O Estado deve, mas paga e vai pagar”, tranquilizou os operadores.

Fez saber que tem encetado encontros com outros organismos, no sentido de se poder colmatar a situação financeira para com algumas empresas.

Referiu que com o início das chuvas e a aproximação da quadra festiva, se o lixo não for recolhido vai se assistir a inundações em valas, aumento de doenças como as diarréicas agudas, paludismo e ou a febre-amarela.

“As empresas têm capacidades suficientes para inverter o actual quadro que é inconcebível e lastimável”, disse, desejando que as operadoras tornem Luanda em um espelho por ser a capital do país.

Entretanto, responsáveis pela recolha do lixo em alguns municípios manifestaram, no final do encontro com o governador, total apoio ao Governo e afirmam que, apesar das dificuldades, continuarão com as suas actividades.

Porém, apontaram como dificuldades registadas no seu dia-dia, além da dívida de alguns meses, o mau estado de algumas ruas que impedem a circulação dos veículos de recolha, a deposição do lixo em horas impróprias, a vandalização e furto dos contentores.

Álvaro Gil, director geral da empresa Vista West, operadora nos municípios de Talatona e Belas, disse terem apresentado ao governador, as dificuldades que encontram para o cumprimento do contrato da recolha de lixo e da limpeza urbana para Luanda.

Já, Garcia Almeida, administrador da Elisal, referiu que a sua empresa está capacitada a dar resposta relativa a recolha de lixo durante a quadra festiva e época chuvosa. (Angop)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.