Radio Calema
InicioGovernos ProvinciaisGoverno Provincial do CuneneComunidade estudantil de Damekero ganha infra-estrutura escolar

Comunidade estudantil de Damekero ganha infra-estrutura escolar

Os alunos do primeiro nível da povoação de Damekero, município de Ombadja, 147 quilómetros da cidade de Ondjiva, contam com uma escola com seis salas de aulas, inaugurada nesta quarta-feira pelo governador do Cunene, Kundi Paihama.

A edificação da infra-estrutura escolar construída no âmbito do programa municipal integrado no combate à pobreza de 2015 custou aos cofres do Estado 30 milhões 390 mil e 280 kwanzas. Tem capacidade instalada de 540 alunos em dois tornos.

O governador do Cunene, Kundi Paihama, afirmou que, com a construção da referida escola, estão criadas as condições para o ingresso de novas crianças no sistema de ensino, representando um grande contributo para o combate ao analfabetismo no seio da população local.

Acções do género continuarão a ser realizadas em toda a extensão da província, com o intuito de ajudar a concretizar o programa do Ministério da Educação (MED) que visa garantir o direito ao ensino com qualidade e erradicar o analfabetismo no seio das populações angolanas.

Kundi Paihama exortou aos educadores no sentido de reflectirem sobre o seu verdadeiro papel e a sua responsabilidade na formação de uma geração, razão pela qual devem ter a consciência de um profissional qualificado com capacidade para formar quadros que irão servir o Estado nos diferentes sectores da sociedade.

Para o responsável, os docentes, em efectivo serviço, devem superar-se académica e profissionalmente, porque só com o domínio dos métodos de trabalho adaptados aos conteúdos da reforma educativa se pode implementar com êxito este programa do Governo, que visa a melhoria do sistema de ensino no país.

Ainda no âmbito do Dia Nacional do Educador, os professores da província do Cunene foram foram aconselhados a comprometrem-se com o dever, visando a qualidade de ensino e aprendizagem.

Os administradores municipais do Ombadja, Cuvelai e Curoca, que falavam nas actividades comemorativas do 22 de Novembro, apontam que os professores, principalmente do ensino de base, devem reflectir sobre o contributo que prestam à sociedade, na perspectiva de sentir a responsabilidade que têm na formação dos futuros quadros para o país.

O administrador municipal de Ombadja, Manuel Domingos Taby, afirmou que as dificuldades, mormente as condições sociais e de trabalho, estão a ser resolvidas de forma paulatina, para que a qualidade de ensino seja uma realidade.

Já o administrador do Cuvelai, Bernardo Ndemunguela, instou aos docentes, sobretudo os que insistem em fugir do local de trabalho, a serem mais responsáveis com as suas obrigações.

Disse que na municipalidade continua a registar-se níveis elevados de absentismo, principalmente de professores que trabalham nos arredores da sede municipal.

Por seu torno o administrador do Curoca, Tome Ngoloimue, apelou para um maior empenho, pontualidade e assiduidade para que o objectivo do ministério de tutela sobre o ensino de qualidade e bom aproveitamento seja alcançado ao longo dos anos.(Angop)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.