Radio Calema
InicioAngolaSociedadeSonils despede 250 trabalhadores

Sonils despede 250 trabalhadores

A empresa Sonils, subsidiária da Sonangol para logística e operadora de terminal do Porto de Luanda, anunciou em nota de imprensa, o despedimento de 250 trabalhadores num processo para reajustar a força de trabalho ao declínio da actividade da empresa.

O documento designa o processo como “um ajuste de desvinculação no quadro de pessoal efectivo” decorrente “do contínuo declínio dos níveis de actividade e dos indicadores financeiros da empresa” e declara que os trabalhadores afectados começaram a receber notificações neste mês de Novembro.

A nota de imprensa atribui a decisão “ao contexto socioeconómico que se verifica na indústria petrolífera” e a outros aspectos, como a baixa de produtividade, e que os despedimentos envolvem trabalhadores efectivos nacionais e estrangeiros, bem como colaboradores por tempo determinado.

O processo de notificação dos colaboradores afectados está a decorrer conforme a planificação efectuada, estando salvaguardado o pagamento das indemnizações aos colaboradores, em conformidade com os pressupostos previstos na Lei Geral do Trabalho em vigor, afirma o documento.

A Sonils declarou lamentar a situação e sublinha que envidou todos os esforços para evitar o que considera ser “este triste desfecho.” Porém, prossegue o documento, o actual contexto económico que o país continua a atravessar e, particularmente, o sector petrolífero, forçou a tomada de tal decisão, para salvaguardar não só a continuidade da actividade operacional da empresa como também dos restantes postos de trabalho.

Em Outubro, mais de 400 trabalhadores da Angola Offshore e Sirvimar – prestadores de serviços – paralisaram os trabalhos, solicitando aumentos salariais. (Valor Económico)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.