Radio Calema
InicioEconomiaBielorrússia negoceia montagem de tratores, camiões e autocarros em Angola

Bielorrússia negoceia montagem de tratores, camiões e autocarros em Angola

O Governo da Bielorrússia prevê apoiar o lançamento de uma linha de montagem de tratores, camiões e autocarros em Angola, motivo que leva o ministro da Indústria daquele país a iniciar na segunda-feira uma visita de três dias a Luanda.

De acordo com informação enviada à Lusa pela diplomacia angolana, o assunto vai ser discutido esta segunda-feira, no arranque da visita do ministro bielorrusso Vitaly Vovk, num encontro com o ministro de Estado para o Desenvolvimento Económico e Social, Manuel Nunes Júnior.

Nesta visita, a convite da homóloga angolana da pasta da Indústria, será analisada a cooperação económica bilateral, económica e comercial, com o ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, e “intenções de investimento” no setor agrícola angolano, identificadas na visita de uma missão técnica anterior.

A possibilidade de instalação em Angola de uma linha de montagem de tratores, camiões e autocarros, e respetivas linhas de financiamento, vai ainda ser analisada pelo governante bielorrusso com a ministra da Indústria, Bernarda Martins, e com o ministro dos Transportes, Augusto Tomás.

A visita do ministro da Indústria da Bielorrússia termina na quarta-feira, devendo Vitaly Vovk visitar antes a Zona Económica Especial de Viana, arredores de Luanda, o maior parque empresarial do país.

Já este domingo, também de acordo com a diplomacia angolana, é esperada em Luanda a vice-ministra da Alimentação da Ucrânia.

Olga Trofimtseyn vai realizar uma visita de três dias a Angola, com reuniões de trabalho previstas com “entidades do aparelho governativo angolano ligados aos setores das Pescas e do Mar, da Agricultura e Florestas, bem como do Comércio”. (Dinheiro Vivo)

por Lusa

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.