Zaire: Morre sobrevivente da explosão de engenho

A menina de 11 anos que sobreviveu a explosão de um engenho explosivo na passada terça-feira, na comuna do Kinzau, município do Tomboco, província do Zaire, acabou por morrer quinta-feira, no hospital municipal do Soyo.

A adolescente que se encontrava nos cuidados intensivos do bloco operatório não resistiu aos graves ferimentos contraídos nos membros superiores e inferiores.

Segundo o médico cirurgião Admrei Mazolocich, de nacionalidade russa, em declarações hoje, sexta-feira, à Angop, a menina chegou ao hospital municipal do Soyo em estado crítico, a julgar pelo impacto do engenho explosivo, que causou a morte imediata de duas crianças.

“O corpo clínico em serviço tudo fez para salvar a vida dessa criança, infelizmente o nosso esforço não foi suficiente”, lamentou.

O infortúnio ocorreu na localidade de Kimpanga, sete quilómetros a norte da sede comunal do Kinzau, quando três crianças com idades compreendidas entre os 10 e 11 anos resolveram ir à lavra para colher mangas, tendo se deparado na via com um engenho explosivo não detonado, com o qual brincaram.

Este é o primeiro incidente por engenho explosivo a registar-se este ano na comuna do Kinzau, que dista 92 quilómetros da sede municipal do Tomboco.

As duas primeiras vítimas desta tragédia foram a enterrar quarta-feira na aldeia de Kimpanga. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »