Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Toyota, Mazda e Denso unem esforços nos eléctricos

Em etapas distintas da mobilidade eléctrica, embora ambas pressionadas pelo investimento que os principais concorrentes têm vindo a fazer neste domínio, as japonesas Mazda e Toyota acabam de anunciar a celebração de uma parceria, da qual faz igualmente parte o fabricante de componentes para automóveis Denso, com vista ao desenvolvimento e fabrico dos seus futuros veículos eléctricos.

Ao abrigo desta parceria, anunciam os fabricantes, será constituída uma joint-venture, a que será dado o nome de “EV C.A. Spirit Co. Ltd”. E que, enquanto responsável pelo desenvolvimento dos novos veículos, contará, inicialmente, com cerca de 40 funcionários, oriundos das três companhias.

O acordo prevê que a Toyota disponibilize, à nova empresa, a sua plataforma TNGA (Toyota New Global Architecture), enquanto a Mazda deverá fornecer o planeamento de produto e o seu conhecimento em termos de desenvolvimento com base em modelação computacional. Já à Denso caberá partilhar o seu know-how em matéria de tecnologias electrónicas.

As três empresas comprometem-se ainda a investir igual montante no desenvolvimento de recursos, aceitando, desde já, que outros construtores possam vir a juntar-se ao projecto, como forma de acelerar o desenvolvimento dos novos produtos e reduzir custos. Sendo que o principal objectivo é criar uma plataforma comum capaz de albergar vários tipos de propostas eléctricas, para posterior comercialização por parte das marcas envolvidas.

Aliás, é desde já expectável que desta parceria resultem vários tipos de veículos eléctricos, desde automóveis de passageiros até SUV.

Recorde-se que, no caso da Toyota e da Mazda, este projecto é também o estreitar de relações iniciadas com a parceria anunciada no passado mês de Agosto, com vista à construção, nos EUA, de uma fábrica conjunta. A qual, representando à partida um investimento de 5,1 mil milhões de euros, promete não só criar cerca de 4.000 empregos, mas também uma capacidade de produção instalada de cerca de 300.000 carros/ano.

Com previsão de conclusão já para 2021, esta nova fábrica servirá, no caso da Toyota, para aí montar a versão norte-americana do Corolla, enquanto a Mazda utilizará a linha de montagem para fabricar crossovers, igualmente destinados ao mercado dos EUA.

Ainda ao abrigo desta plataforma de entendimento, está previsto que a Toyota compre 5,05% do capital da Mazda, ao passo que esta última está obrigada a adquirir 0,25% do fabricante de Aichi. (Observador)

por Francisco António

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »