Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Nações Unidas abraçam iniciativa de combate a álcool e drogas na juventude

AS Nações Unidas (NU), através do seu escritório de combate à droga e crime em Maputo, prometeram sábado abraçar iniciativa da juventude, visando a prevenção e combate ao consumo do álcool e drogas.

A promessa foi feita sábado, na capital, por Conote Elias, funcionário do escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNDOC), num debate sobre juventude, álcool e drogas, realizado no bairro da Maxaquene “D”.

Falando para uma audiência de centenas de jovens que se juntaram no centro Kurhula para o debate, Conote Elias, convidado a falar sobre a perspectiva das Nações Unidas sobre o impacto das drogas no seio da juventude, explicou que a organização supra nacional apoia os governos a reflectirem em torno da problemática das drogas, nomeadamente a capacidade existente em cada país, as lacunas verificadas e as necessidades requeridas.

As Nações Unidas apoiam, também, os governos a domesticar os padrões mínimos internacionais de prevenção e combate às drogas e, no caso particular de Moçambique, o Ministério da Saúde.

Conote Elias disse ter ficado impressionado com a iniciativa por mobilizar e sensibilizar a juventude sobre as consequências nefastas do consumo de álcool e estupefacientes.

É assim que assegurou que levará ao próximo debate sobre a matéria dados concisos, incluindo estatísticos, para o conhecimento dos jovens.

Os debates sobre juventude, álcool e drogas enquadram-se no âmbito de um projecto que está a ser implementado em todos os 64 bairros da cidade de Maputo e têm lugar aos sábados.

Até agora foram realizados três debates nos bairros de Mahotas, Mafalala e Maxaquene “D”.

Nestes encontros, os jovens participantes levantam questões preocupantes e sugerem até a tomada de medidas que incluem, por exemplo, o encerramento das fábricas de bebidas, tais como BOSS, Lord Gin, entre outras, alegadamente por estarem a “matar” a juventude. (Jornal de Notícias MZ)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »