França: morreu a mulher mais rica do mundo

Morreu nesta quinta 21 de Setembro Liliane Bettencourt. A mulher mais rica do mundo, a décima quarta fortuna do mundo, era a herdeira da empresa L’Oréal, extinguiu-se com 94 anos, envolta em escândalos na justiça.

A família de Liliana Bettencourt anunciou nesta quinta a morte de Liliane Bettencourt.

Ela que até ao final da sua vida acabou por ter que lidar, precisamente, com a sua família em tribunal.

E isto já que a filha apresentara queixa na justiça em 2008 alegando que a mãe teria sido abusada, dada a sua idade avançada, por um fotógrafo, François-Marie Barnier, um protegido seu desde 1987.

A filha, Françoise, que pedia, mesmo, que a mãe fosse colocada sob tutela.

Em causa estaria a suposta generosidade excessiva de Liliane Bettencourt em relação a Barnier com prendas no valor de 400 milhões de euros.

Este acaba por ser condenado a 3 anos de cadeia, com seis meses de prisão suspensa, mas apresenta recurso da sentença, devendo também reembolsar 158 milhões de euros a Liliane Bettencourt.

A generosidade da senhora Bettencourt acaba por ganhar proporções políticas com doze personalidades a serem indiciadas também, incluindo o ex presidente francês, Nicolas Sarkozy.

Este antigo dirigente da direita francesa acabou por ser absolvido em Outubro de 2013.

A Liliane Bettencourt deve a sua fortuna ao pai. Este, Eugène Schueller, morrera em 1957, construiu o império nos cosméticos com a invenção das primeiras cores para cabelos em 1907, ou o protector solar ligado à era das primeiras férias pagas em 1936. (Rfi)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »