Cidadãos congoleses repatriados pelo SME

O Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) repatriou nos últimos sete dias 130 cidadãos da República Democrática do Congo (RDC) que viviam ilegalmente na comuna fronteiriça do Luvo, município de Mbanza Kongo, província do Zaire.

A informação vem expressa num comunicado do SME divulgado ontem em Mbanza Kongo. O documento indica que imigrantes ilegais, dos quais 54 do sexo feminino, foram detidos na sequência das operações de rotina levadas a cabo pelos efectivos do SME na região em parceria com a Polícia Nacional.

O SME refere que Angola constituiu-se num destino preferencial de muitos estrangeiros, com realce para os da República Democrática do Congo, que penetram em território nacional sem o cumprimento das leis migratórias vigentes no país. (Jornal de Angola)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »