Bancos japoneses planeiam lançar nova moeda digital

Chama-se “J Coin” e destina-se a a diminuir a forte dependência dos japoneses no dinheiro tradicional. O objectivo do consórcio envolvido neste projecto é mostrar a capacidade fintech do Japão a tempo dos Jogos Olímpicos de 2020 em Tóquio.

Pode estar a chegar mais uma moeda virtual. Um consórcio de bancos do Japão lançar uma nova forma de pagamento digital e pretendem que esteja disponível na altura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

O grupo de instituições bancárias por trás deste plano é liderado pelo Mizuho Financial Group e pelo Japan Post Bank, avança o jornal britânico Financial Times. O consórcio teve luz verde do Banco do Japão e do regulador financeiro para lançar a moeda eletrónica, capaz de pagar bens e serviços transferir dinheiro através de smartphones ou códigos QR.

Chama-se “J Coin”, deverá ser conversível em ienes numa base de um para um e destina-se a a diminuir a forte dependência dos japoneses no dinheiro vivo. A moeda e nota tradicionais representam 70% de todas as suas transacções, uma percentagem bastante superior à da maioria dos países desenvolvidos, que, em média, reduziram a utilização de cash para apenas 30%.

“Acho que este dinheiro eletrónico está bastante à frente dos cartões de crédito e débito, porque quando os utilizam, as lojas pagam uma determinada taxa”, explicou, ao mesmo diário, Yasuhiro Sato, presidente e diretor executivo da Mizuho Financial Group. O objetivo do consórcio envolvido neste projeto é mostrar a capacidade fintech do Japão nos Jogos Olímpicos 2020 de Tóquio.

A medida surge depois de o gigante chinês Alibaba ter instalado um serviço de pagamentos de telemóvel no país, o Alipay. A estratégia de Tóquio nos Olímpicos parece focar-se concretamente nos planos da retalhista chinesa, uma vez que a empresa liderada por Jack Ma se tornou patrocinadora do evento, no início deste ano. Recorde-se que a edição de inverno, no próximo ano, se vai realizar em Pyeongchand, na Coreia do Sul. Em 2020, os jogos de verão vão ter lugar na capital japonesa e, em 2022, a edição de inverno vai acontecer em Pequim, na China. (Jornal Económico)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »