Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Governo do leste da Líbia responde a EUA e veta entrada de americanos

O Governo do leste da Líbia, liderado pelo primeiro-ministro Abdullah al Thani, vetou a entrada dos cidadãos norte-americanos nas zonas que controla no país, em resposta à decisão do Presidente dos Estados Unidos de negar entrada aos líbios.

Em declarações na quarta-feira à noite, Al Thani classificou de “injusta” a medida de Donald Trump que “colocou todos os líbios do mesmo saco que os terroristas que os líbios combatem”.

“Somos obrigados à reciprocidade. O Governo da Líbia decidiu impedir a entrada de titulares de cidadania norte-americana em solo líbio”, disse.

O Presidente dos Estados Unidos decidiu, no passado dia 24 de setembro, substituir o seu polémico veto migratório a seis países de maioria muçulmana, que tinha expirado um dia antes, com um decreto que impõe restrições a oito nações, incluindo a Líbia.

Os outros países abrangidos são o Irão, Síria, Iémen, Somália, Chade, Coreia do Norte e Venezuela.

A medida, que entrará em vigor no próximo dia 18 de outubro, pretende “melhorar as capacidades e processos de vigilância para detetar tentativas de entrada nos Estados Unidos de terroristas e outras ameaças à segurança pública”.

O decreto anterior, emitido em Março, entrou em vigor parcialmente nos finais de Junho e impedia durante 120 dias a entrada nos Estados Unidos de refugiados e, durante 90 dias, e de cidadãos de seis países de maioria muçulmana (Irão, Somália, Sudão, Síria, Iémen e Líbia). (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »