Radio Calema
InicioMundoEUAEUA prevêem cinco cenários para resolver a tensão com Pyongyang “uns mais...

EUA prevêem cinco cenários para resolver a tensão com Pyongyang “uns mais trágicos que outros”

O conselheiro de segurança nacional norte-americano garante que todas as hipóteses estão em cima da mesa. “Esperamos poder evitar a guerra, mas não podemos descartar essa possibilidade”, sustenta.

Os Estados Unidos negam ter feito qualquer declaração de guerra à Coreia do Norte, mas alertam que a ameaça nuclear de Pyongyang está “muito mais avançada” do que o que era esperado por Washington. A administração Trump acredita que a tensão com a Coreia do Norte pode ser resolvida com quatro ou cinco cenários diferentes, sendo que “uns terão um desfecho mais trágico do que outros”.

Quem o diz é H. R. McMaster, o conselheiro de segurança nacional norte-americano, que garante que todas as hipóteses estão em cima da mesa. “Esperamos poder evitar a guerra, mas não podemos descartar essa possibilidade”, explicou, num discurso no Instituto para o Estudo da Guerra em Washington.

O conselheiro do presidente norte-americano, Donald Trump, afirma que as constantes sanções impostas contra a Coreia do Norte podem ser suficientes para fazer despoletar um conflito armado na região, o que colocaria especialmente em perigo os cidadão sul-coreanos. “Esse risco é bastante elevado tendo em conta que todas os nossos jogos de planeamento e exercícios de guerra estão a ser estudados”, afirmou H. R. McMaster.

“Não há nenhuma prova que as sanções económicas possam resolver o problema”, sustentou o conselheiro de segurança dos Estados Unidos. “O que esperamos é conseguir evitar a guerra, mas não podemos reduzir essa possibilidade”.

Esta segunda-feira, a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, negou as acusações do ministro dos Negócios Estrangeiros norte-coreano, Ri Yong-ho, e disse que nunca em momento algum os Estados Unidos declaram guerra a Pyongyang. “Continuamos à procura de uma desmilitarização pacífica da península coreana”, assegurou.

A administração Trump diz ainda que antes de iniciar negociações com a Coreia do Norte quer inspecionar as instalações nucleares de Pyongyang e será necessário um comprometimento da parte do líder norte-coreano, Kim Jong-un, em largar o seu programa de desenvolvimento de mísseis nucleares. (Jornal Económico)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.