Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

UNITA e PRS denunciam ameaças de morte contra seus dirigentes no Huambo

Liberty Chiyaka (UNITA) e António Solie (PRS) foram os alvos segundo as denúncias
O vice-secretário provincial da UNITA no Huambo, Celino Kanganjo, disse à VOA que o seu partido tem vindo a receber mensagens de ameaça de morte de indivíduos desconhecidos.

Kanganjo afirma ter em posse informações, que dão conta do envio de indivíduos armados a Huambo alegadamente com objectivo de “abater”, o secretário do partido Liberty Chiyaka.

“Há quase duas semanas dois grupos foram preparados, um para atingir o deputado Nafoia e outro para o secretário Liberty”, denunciou Kangajo revelando que, há três dias, “surgiram dois indivíduos (estranhos) trajados com uniforme da polícia, à meia-noite, na sede a pedir informações detalhadas de Liberty”.

A situação que já persiste desde há algum tempo tem se agudizado, após a contestação dos resultados eleitorais definitivos.

“O dinamismo que a UNITA tem levado acabo ameaça a ala conservadora do MPLA para o futuro”, sustentou Celino Kanganjo, para que, “tais práticas visam somente silenciar” as forças politicas opositoras.

PRS também

Há dias, o secretário do Partido da Renovação Social (PRS), António Solie, reiterou a denúncia de factos semelhantes.

“Ligaram para nós ameaçar mesmo de morte e fomos notificados esta semana pela segunda vez pela SIC. Não estamos a entender como esse jogo é possível. Não estamos a entender’, disse Solié.

Aquele responsável classifica tais actos como sendo de intimidações resultantes da contestação dos resultados eleitorais.

O secretário provincial do PRS presume que os autores sejam supostos indivíduos ligados à segurança do Estado que “infiltraram-se no seio daquele formação política, na condição de delegados de listas utilizando documentação falsa”.

A VOA contactou o responsável do Serviço de Investigação Criminal no Huambo, mas sem sucesso. (Voa)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »