Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Primeiro Centro Nacional de Referencia de Medicina Tradicional em 2018

Angola terá no próximo ano o primeiro Centro Nacional de Referência de Medicina Tradicional e Práticas Completares, anuncia o Plano Nacional de Desenvolvimento Sanitário (PNDS).

O documento defende a elaboração ainda, no próximo ano, do Código de Ética para a protecção do exercício profissional da medicina tradicional e a aprovação e institucionalização dos procedimentos e modalidades da medicinal tradicional.

Como actividades de intervenção, o plano vaticina a elaboração “urgente” de um regulamento para exercício farmacêutico das ervanárias em todo o país.

O PNDS reconhece que a medicina tradicional se encontra num estado ainda incipiente, apesar de muitos pacientes recorrem a este sector.

“Em Angola 72,4 por cento da população utiliza as plantas medicinais para o tratamento de diversas doenças, revela o Plano Nacional de Desenvolvimento Sanitário.

De acordo com o documento, apesar dos grandes investimentos em estruturas, recursos humanos e equipamentos, actualmente o serviço nacional de saúde cobre apenas 60 por cento da população e existe o sentimento de que grande parte da população nas áreas periurbanas e rurais utilizam os serviços fornecidos pela medicina tradicional.

“No âmbito do programa nacional de desenvolvimento sanitário, a prioridade será estudar a viabilidade de articulação da medicina tradicional e práticas complementares com serviço nacional de saúde de forma sustentável”, explica o documento.

Segundo dados divulgados pela Câmara Profissional de Terapeutas Tradicionais, mais de 61 000 terapeutas tradicionais licenciados exercem actualmente a actividade em Angola.

Uíge alberga actualmente o maior número de profissionais a nível do país, cerca de 14 000, sendo que a Câmara controla igualmente 33 000 parteiras tradicionais e uma rede de vendedoras de medicamentos tradicionais.

Ainda segundo o documento, existe em Angola literatura referente, nomeadamente à inventariação e uso de plantas medicinais angolanas, assim como associação de terapeutas tradicionais nas diferentes modalidades de medicina tradicional.

Outros procedimentos da medicina tradicional como a homeopatia, acupunctura, massagens, terapias biométricas, têm sido implementados em Angola e são utilizados para a prevenção e tratamento de certas doenças. (Novo Jornal Online)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »