Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

1º de Agosto elimina Académica no Lobito

O 1º de Agosto qualificou-se ontem para os quartos-de-final da 36ª edição da Taça de Angola em futebol ao golear a Académica do Lobito, por 4-0, no estádio do Buraco, na província de Benguela, na segunda “mão” dos oitavos-de-final da prova que tem como grande destaque o afastamento do Recreativo do Libolo pelo Santa Rita de Cássia, na vila de Calulo.

Os militares do Rio Seco, que haviam perdido no final de semana o desafio da primeira “mão” por 1-3, no Estádio Nacional 11 de Novembro, lutaram imenso para anular a diferença de golos levada de Luanda para seguir em frente na prova, diante de um conjunto debilitado.

Ao longo dos 90 minutos regulamentares, o 1º de Agosto criou e desperdiçou as melhores oportunidades para marcar, por falta de concentração e eficácia dos seus atacantes.

As equipas técnicas deram mostras de procurar poupar as melhores unidades, tendo em vista a disputa da 26ª jornada do Girabola Zap, no final de semana.

Na luta pelo título, o1º de Agosto recebe domingo às 17h30, no Estádio Nacional 11 de Novembro, o Recreativo do Libolo, enquanto na fuga da zona aflita da tabela classificativa a Académica do Lobito enfrenta às 15h00, no Buraco, o Progresso Sambizanga.

Ivo Traça, técnico-adjunto de Dragan Jovic no 1º de Agosto, elogiou a atitude do adversário, mas realçou que sempre acreditou na qualificação para a outra fase, apesar da derrota em casa.
“Disse há dias à Comunicação Social que faltavam 90 minutos. Viemos decididos a passar a eliminatória. Estudámos bem o adversário. Mas quero felicitar a equipa técnica da Académica do Lobito, que na ponta final da época está a jogar a alto nível. É uma pena lutar para a fuga da despromoção”, disse no final do jogo.

José Silvestre “Pelé”, treinador principal da Académica do Lobito, ficou triste com a derrota e reconheceu que o desaire não estava nos seus planos.

“Não estava nas nossas previsões esta derrota. Não percebi o que se passou com a rapaziada. Temos de levantar a cabeça para enfrentar o Progresso Sambizanga, no Girabola Zap”, declarou insatisfeito.

A equipa militar do Rio Seco desloca-se ao estádio 22 de Junho, no bairro Rocha Pinto, para defrontar o conjunto da Polícia Nacional, a 7 de Outubro, nos quartos-de-final da prova.

Libolo “morre” em casa

Noutro jogo de realce o Recreativo do Libolo, detentor da Taça de Angola, foi eliminado da prova ao empatar a três golos com o Santa Rita de Cássia, na vila de Calulo.
O resultado foi insuficiente para manter os donos da casa em competição, por força da derrota na primeira “mão”, por 1-2, no Estádio Municipal 4 de Janeiro. Na próxima eliminatória, o Santa Rita recebe o Petro de Luanda, na cidade do Uíge.

Os tricolores da capital qualificaram-se para os quartos-de-final sem jogar, devido à desistência do JGM do Huambo, por dificuldades financeiras.

Depois do susto na primeira “mão”, pela igualdade a uma bola, o Kabuscorp do Palanca suou bastante para afastar o Domant FC, por 3-2, no Estádio Municipal do Dande, na cidade de Caxito.
O Interclube venceu o Progresso da Lunda-Sul, por 2-0, no 22 de Junho, depois da igualdade sem golos no desafio da primeira “mão”, na cidade de Saurimo.

O Progresso Sambizanga, que enfrenta nos quartos-de-final o Kabuscorp do Palanca, no Estádio Municipal dos Coqueiros, afastou o Recreativo da Caála, com a vitória por 1-0, em casa. Na primeira “mão”, os sambilas já tinham vencido por 2-1, no estádio Mártires da Canhala, no Huambo.

O 1º de Maio deslocou-se à cidade do Dundo, onde eliminou o Sagrada Esperança após uma igualdade a uma bola. No final de semana passado os proletários venceram os diamantíferos, por 3-2, no estádio Edelfride Palhares da Costa “Miau”, depois de uma desvantagem no marcador.

Com este resultado, o 1º de Maio joga com o FC Bravos do Maquis, na cidade de Benguela, nos quartos-de-final. Os jogos da segunda “mão” da eliminatória estão agendados para 18 de Outubro, no mesmo horário. (Jornal de Angola)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »