Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Zaire: Capuchinhos inteiram-se do funcionamento do Museu dos Reis do Kongo

Membros da Comunidade dos Antigos Capuchinhos e Amigos (CASCA) visitaram hoje, terça-feira, o Museu dos Reis do Kongo, em Mbanza Kongo, província do Zaire, para se inteirar sobre a sua realidade histórica.

Chefiada pelo presidente da referida comunidade, Minguito Zé, a comitiva esteve integrada por 16 padres capuchinhos provenientes da capital do país, Luanda, e quatro locais.

Em declarações à Angop, no final da visita, o religioso reconheceu o valor histórico das peças expostas no museu, frisando que traduzem a história, os usos, hábitos e costumes da população da região.

Manifestou disponibilidade de a comunidade que representa colaborar com o Ministério da Cultura na dinamização no funcionamento deste Museu, frisando que a delegação que chefia integra médicos, teólogos, filósofos, antropólogos, sociólogos, juristas, entre outros profissionais, que podem contribuir nesta tarefa.

Sugeriu mais acções, por parte do sector da cultura, tendentes ao aumento do número de técnicos museológicos, administrativos, assim como na formação em matéria de gestão deste espaço.

Na sua opinião, dada a categoria de Património Mundial que o Centro Histórico de Mbanza Kongo, o museu local está ainda a quem desta dimensão histórico-cultural, sobretudo, no domínio organizacional e administrativo.

O religioso valorizou a preservação da língua nacional local, Kikongo, por parte dos nativos, tendo defendido a sua inserção no currículo escolar, nos mais variados níveis de ensino, para facilitar as pesquisas históricas junto das comunidades.

Na ocasião, o técnico do museu, Luntandila Lunguana, revelou, aos visitantes, que este espaço espera pela aprovação do seu estatuto orgânico específico, cuja proposta foi já encaminhada ao Ministério da Cultura, que poderá ajudar a colmatar as actuais insuficiências no seu funcionamento.

Um universo de seis mil e 878 turistas, nacionais e estrangeiros, visitaram o Museu dos Reis do Kongo, de Janeiro até Agosto do presente ano.

O programa de visita dos padres Capuchinhos a Mbanza Kongo incluiu uma constatação do funcionamento do centro de acolhimento de crianças com necessidades especiais de protecção, Giorgio Zulianello, localizado no Bairro 11 de Novembro, zona do Nfumu, onde procederam a entrega de um donativo constituído por bens diversos. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »