Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Início do julgamento de Manuel Vicente arrasta-se há três meses

O caso já leva três meses de atraso porque Ministério Público insiste em que Paulo Blanco, representante legal do Estado angolano em Portugal e acusado de corrupção em coautoria com Manuel Vicente, vice-presidente de Angola, tenha a sua actividade de advogado suspensa. Blanco voltou a ser interrogado esta segunda-feira por causa disso

Depois de ter sido cancelada uma audiência que chegou a estar prevista para 22 de Agosto, a juíza de instrução criminal Ana Cristina Carvalho interrogou esta segunda-feira de manhã Paulo Blanco, advogado do Estado angolano que chegou a representar legalmente Manuel Vicente, antigo CEO da petrolífera Sonangol e vice-presidente de Angola.

Blanco acabou por ser acusado de corrupção, branqueamento de capitais e falsificação de documento por ter sido considerado cúmplice do número dois do governo de José Eduardo dos Santos no alegado pagamento de subornos a um procurador do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) para que este encerrasse um inquérito em curso.

A 21 de junho, faz esta semana três meses, a mesma juíza de instrução já tinha decidido que Manuel Vicente, Paulo Blanco e o procurador alegadamente corrompido, Orlando Figueira, a par de mais outro arguido, Armindo Pires, vão a julgamento, mas até agora ainda não há data marcada para esse julgamento começar. (Jornal Expresso)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »