Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

CASA CE em encruzilhada política

Depois de duplicar o número de deputados no parlamento angolano em eleições que considera de fraudulentas, a CASA CE faz agora face a decisões sobre o seu futuro que estão já a causar alguma controvérsia.

Uma das questões que a coligação terá que decidir à sua transformação em partido algo que antes das eleições provocou divisões a nível de liderança e teve que ser abandonada.

Numa recente reunião a questão voltou a causa controvérsa.

O PNSA (Partido Nacional de Salvação de Angola), presidido por Sikonda Lulendo Alexandre, e o PP (Partido Pacifico Angolano), dirigido por Felé António, mostraram-se na última reunião contra a transformação da CASA-CE em partido politico.

Alexandre Sebastião André, presidente do PALMA (Partido de Aliança Livre de Maioria Angolana mostrou-se também contra a fusão durante a legislatura passada.

A VOA sabe que PDP-ANA, dirigida por Simão Makassu, é, até ao momento, o único partido que pondera abandonar a coligação por não ter conseguido eleger nenhum dos seus membros a deputado.

Uma decisão final será tomada nos próximos dias.

Entretanto, com fusão ou não, o vice-presidente da CASA-CE, André Gaspar Mendes de Carvalho disse à VOA que a coligação vai continuar forte.

Para Miau na recente reunião o maior problema para alguns dos membros da coligação não foi a questão da transformação em partido político mas o facto da questão não ter sido agendada para discussão.

“O Felé eu conheço bem acompanho de perto e o problema dele nao é a transformação é como se faz”, disse.

Na última reunião da CASA-CE, o presidnete Abel Chivukuvuku admitiu abandonar a coligação caso não se transforme em partido político.

A VOA sabe que membros independentes da coligação começaram a cogitar no início do ano a criação de um partido denominado “Podemos”, liderado por Chivukuvuku.

O analista político Agostinho Sikato é de opinião que a CASA-CE terá de transformar-se em partido para que obtenha melhores resultados nas próximas eleições.

“É importante que a CASA-CE se torne num partido para que tenha maiores rendimentos nos próximos pleitos” disse.

O vice-presidente da CASA-CE, André Gaspar Mendes de Carvalho disse também que caso a CASA-CE se transforme em partido político os deputados e todos os meios da coligação passam para a nova formação. (VOA)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »