Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Janot denuncia cúpula do PMDB por organização criminosa

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou nesta sexta-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) denúncia contra vários políticos do PMDB no Senado por formação de organização criminosa e desvio de dinheiro público.

A denúncia envolve os senadores Edison Lobão (MA), Jader Barbalho (PA), Renan Calheiros (AL), Romero Jucá (RR) e Valdir Raupp (RO), e o ex-senador e ex-presidente José Sarney.

Segundo as investigações, os políticos receberam quase 1 bilhão de reais em propinas pagas por fornecedores da Petrobras e sua subsidiária Transpetro.

A denúncia revela indícios de que o grupo mantinha controle sobre as diretorias Internacional e de Abastecimento da Petrobras, além da Transpetro, para obter propinas de fornecedores da estatal.

Janot pede a prisão e a perda de mandato dos senadores, e a restituição de 200 milhões de reais, sob a forma de devolução do dinheiro e de indenizações por danos morais.

O valor restante desviado será cobrado em outros processos, destacou a PGR.

As investigações apontaram que os seis políticos do PMDB e o ex-senador pelo PSDB e ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado receberam exatamente R$ 864,5 milhões em propina, com prejuízo de R$ 5,5 bilhões para a Petrobras e de R$ 113 milhões para a Transpetro.

A denúncia afirma que o grupo obteve cargos na Petrobras e na Transpetro em troca do apoio dado ao governo do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Os agentes políticos, plenamente conscientes das práticas indevidas que ocorriam na Petrobras, tanto patrocinavam a nomeação e manutenção dos diretores e dos demais agentes públicos no cargo, quanto não interferiam nem fiscalizavam devidamente o cartel e irregularidades subjacentes”, destaca a denúncia. (Afp)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »