Cuanza Norte: Mais de 300 empreendedores formados pelo CLESE

Trezentos e cinquenta e um jovens beneficiaram de formação sobre empreendedorismo nos últimos três anos, na província do Cuanza Norte, pelo Centro Local de Empreendedorismo e Serviços de Emprego (CLESE).

A informação foi prestada hoje, terça-feira, à Angop, em Ndalatando, pelo responsável da instituição, Lourenço Popo da Costa, adiantando que a formação tem por objectivo dotar os participantes de ferramentas necessária para darem início aos seus negócios.

Durante a formação, os participantes receberam conhecimentos teóricos e práticos em matéria de empreendedorismo, criação de negócios, gestão financeira, marketing e vendas, informática e elaboração do plano de negócios.

Acrescentou que a acção visou ainda capacitar os jovens no domínio da gestão de pequenos negócios e ajuda-los a identificar as ideias e transforma-los em projectos concretos, no âmbito da criação de empregos.

Referiu que alguns empreendedores formados pela instituição beneficiaram já de empréstimos bancários para desenvolverem as suas actividades em diversas áreas e outros criaram as suas pequenas empresas que têm contribuido no aumento da oferta de bens e serviços no mercado local.

Os cursos, que têm a duração de três meses e são ministrados em três turnos, custam entre 20 e 30 mil kwanzas, e o próximo com igual tempo de duração, arranca quarta-feira, com a participação de 60 formandos de ambos os sexos.

Dois formadores, todos em regime de colaboração, asseguram a formação na instituição, inaugurada em 2014 e que conta com duas salas de aulas, uma incubadora de negócios, que não funciona por falta de técnicos, entre outras dependências. (ANGOP)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »