Gicasso conquista prata no mundial de atletismo

Doze minutos e 87 décimos foram quanto bastaram para Esperança Gicasso conquistar a medalha de prata, na noite desta terça-feira, nos 100 metros para atletas deficientes visuais total (classe T11), no campeonato do mundo de atletismo adaptado, que decorre em Londres (Inglaterra).

Iinicialmente, a angolana classificou-se na terceira posição (dava direito ao bronze), atrás da brasileira Santos Jhulia, entretanto, desqualificada pela organização da competição por comportamento considerado de anti-desportivo.

Inscrita igualmente na prova dos 800 metros, a velocista do Brasil correu os primeiros 100m e o seu guia, Vieira de Oliveira Júnior, simulou lesão em um dos membros inferior, porém, em seguida, concorreu na final dos 100 metros.

Assim, a classificação, de acordo ao sitio do evento (www.paralympic.org/london-2017) fica ordenada da seguinte maneira:

1 ª Zhou Guohua (China) – 12.16

2ª Esperança Gicasso (Angola) – 12.87

3 ª Wanuruemon Kewalin (Tailândia) – 13.51

Santos Jhulia (Brasil) – desqualificada

Trata-se da segunda medalha para Angola nesta prova cujas marcas contarão para os mínimos exigidos pelo Comité Paralímpico Internacional (IPC) nos Jogos de Tóquio em 2020, depois de Gicasso ter já arrebatado o bronze nos 200 metros.

Angola evolui pela última vez quinta-feira, com José Chamoleia nos 200 metros para a classe T11. (ANGOP)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »