Radio Calema
InicioAngolaEspecial Eleições 2017Eleições/2017: MPLA quer votos para continuar a servir o povo - Higino...

Eleições/2017: MPLA quer votos para continuar a servir o povo – Higino Carneiro

O MPLA apelou nesta sexta-feira, em Viana (Luanda) ao voto generalizado nas eleições de 23 de Agosto para dar continuidade aos programas de desenvolvimento do país e de melhoria das condições sociais dos cidadãos.

Segundo o primeiro-secretário do MPLA na província de Luanda, Higino Carneiro, é necessário que os dirigentes e militantes mobilizem os cidadãos para votarem, sem reservas, na sua força política.

No decorrer da sua jornada de mobilização e sensibilização dirigida aos distritos urbanos da Estalagem e Baia, o também membro do Bureau Político do Comité Central pediu especial atenção à mobilização dos cidadãos indecisos.

Reconheceu haver muitos problemas por resolver, mas reitera que se os angolanos juntarem vontade e esforços, Angola pode ser o país almejado.

Para tal, apelou a um maior engajamento dos militantes na mobilização geral da população, inclusive em línguas nacionais, para assegurar que os cidadãos em idade eleitoral participem no pleito.

Aconselhou os militantes e eleitores a consultar as listas que vão ser publicadas pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE) para que cada um saiba onde vai votar e exercer o seu direito de cidadania.

O político pediu o voto no MPLA e no seu candidato, João Lourenço, para no mandato de cinco anos resolver problemas do emprego, água, energia, habitação.

No mercado do Km 30, Higino Carneiro, que também é o governador provincial de Luanda, promete um programa de requalificação e modernização do recinto visando criar melhores condições para os comerciantes e clientes. (Angop)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.