Radio Calema
InicioMundo LusófonoS. Tomé e PríncipeOs cidadãos da Ilha do Príncipe não têm acesso à justiça em...

Os cidadãos da Ilha do Príncipe não têm acesso à justiça em tempo oportuno (áudio)

As jornadas sobre o acesso à justiça, que arrancaram na Ilha do Príncipe, irão abranger todo o país, tendo como alvo principal os cidadãos mais desfavorecidos.

A Ordem dos Advogados de São Tomé e Príncipe e o presidente do governo regional reconhecem que na Ilha do Príncipe os serviços de justiça não chegam a todos.

O reconhecimento foi no arranque das jornadas sobre o acesso à justiça em São Tomé e Príncipe..

A bastonária da Ordem dos Advogados, Célia Pósser, disse que Príncipe não tem procurador efectivo para dar resposta às solicitações da população.

O presidente do governo regional, José Cassandra, conta que por diversas vezes, cidadãos da Ilha autónoma procuram sem sucesso serviços da justiça.

As jornadas sobre o acesso à justiça, que arrancaram na Ilha do Príncipe, irão abranger todo o país, tendo como alvo principal os cidadãos mais desfavorecidos.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.