Radio Calema
InicioGovernos ProvinciaisGoverno Provincial da Lunda-NorteLunda Norte deixa de registar entrada de refugiados

Lunda Norte deixa de registar entrada de refugiados

A província da Lunda Norte deixou há dois meses de registar a entrada de refugiados da RDCongo no país, informou hoje (domingo), nesta cidade, o governador, Ernesto Muangala.

O governador, Ernesto Muangala, revelou o facto à imprensa, durante um culto de oração e acção de graças, na igreja Messiânica, no âmbito das eleições de 23 de Agosto, além de agradecimento, pelo apoio prestado e participação activa nos programas sociais e espirituais.

Assegurou que, a ausência de cidadãos estrangeiros que procuram segurança em outros países, como Angola, deve-se pelo facto de registar-se neste momento a paz e estabilidade nas regiões de Kassai e Kassai Central (RDC).

Por isso, adiantou que está prevista, para os próximos dias, uma deslocação à RDC, para, entre outros, abordar com as autoridades das províncias de Kassai e Kassai Central, aspectos relacionados com o registo eleitoral, o regresso voluntário dos congoleses, tendo em vista o pleito, que ainda aguarda a sua convocação e a reabertura do mercado transfronteiriço, interdito há mais de dois meses.

No seu entender, o facto irá facilitar as trocas comerciais, de forma a proporcionar o emprego aos cidadãos dos dois países, além de permitir que a AGT obtenha mais receitas para os cofres de Estado, tendo sugerido que, caso se efective, o mercado passa a funcionar todos os dias, ao contrário de quarta-feira e sábado.

“Queremos que, com a reabertura do referido mercado, as trocas sejam feitas de forma intercalada, um dia reservado para Angola, e vice-versa”, afirmou.

Presenciaram o culto, membros do Governo, algumas autoridades tradicionais e mais de 500 fiéis.

A Lunda Norte, possui uma fronteira de 770 quilómetros, com a RDC, e controla neste momento quase 32 mil refugiados. (ANGOP)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.