- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Ministérios Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação Projecto Angosat apresentado à comunidade académica

Projecto Angosat apresentado à comunidade académica

O projecto Angosat-1, enquadrado no programa espacial nacional, para desenvolver competências e serviços das tecnologias de comunicação por satélite, foi apresentado hoje, quinta-feira, em Benguela, pelo ministro das Telecomunicações, José Carvalho da Rocha.

De acordo com o governante, o Angossat é um projecto de iniciativa presidencial, saída da resolução nº 2/06 de 11 de Janeiro do conselho de ministros, resultado de um profundo estudo sobre a viabilidade de produção de um satélite angolano.

José Carvalho da Rocha adiantou que, o Agossat vai permitir encurtar as distâncias que são impostas por condicionalismos geográficos, bem como propiciar um ambiente económico que permita catapultar o surgimento de pequenas empresas, e estimular os jovens ao empreendedorismo como forma de diversificação da economia angolana.

Segundo o responsável, o Executivo angolano pretende com este projecto implementar a governação electrónica como forma de garantir uma administração do Estado mais próxima da população e eficaz, na resolução das questões do quotidiano.

O ministro fez saber ainda que, o satélite terá um período de vida útil de 15 anos e estará posicionado a 12,8º este na orbita geostacionária, possuirá 22 transponders. Terá ainda uma capacidade convencional equivalente a 44 transponders de 36MHz cuja capacidade de cobertura abrangerá para além de Angola, toda África e parte da Europa.

Por outro lado, o reitor da Universidade Katyavala Bwila, Albano Ferreira, enalteceu a iniciativa do Executivo na criação deste projecto, o primeiro angolano, face os benefícios que trará para a comunidade académica do país e não só. (ANGOP)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.