UNITA apela governo americano a acompanhar processo eleitoral

O candidato a Presidente da República de Angola pela UNITA, Isaías Samakuva, apelou quinta-feira, em Washington (EUA), ao governo americano e à comunidade internacional a acompanhar o processo eleitoral angolano – refere uma nota de imprensa deste partido.

O político, que fez esse pronunciamento num discurso na sede do Centro de Estudos Internacionais Estratégicos, em Washington, para abordar a situação do país, com destaque para o processo eleitoral, na perspectiva da UNITA, apelou igualmente aos EUA e à comunidade internacional a desenvolver esforços para o envio de observadores internacionais a Angola.

Isaías Samakuva falava para representantes de corporações e multinacionais, representantes do governo americano, da embaixada de Angola nos EUA, organizações não governamentais vocacionadas à promoção da democracia e académicos.

Na perspectiva da diversificação da economia nacional, Isaías Samakuva enfatizou a importância e a necessidade de investimentos internacionais para “alavancar” a economia angolana que se encontra em crise, provocada pela queda do preço do petróleo no mercado internacional.

Antes, o presidente da UNITA encontrou-se com peritos de assuntos africanos com quem abordou a situação actual de Angola, com ênfase para o processo eleitoral.

O programa do presidente da UNITA prossegue esta sexta-feira (30) com encontros no Departamento de Estado e uma visita à sede da Voz da América, como convidado do programa Angola Fala Só.

O líder do segundo maior partido político angolano e maior da oposição encontra-se em Washington, desde o dia 28 do corrente mês, a convite do Centro de Estudos Internacionais Estratégicos.

A UNITA, fundada em 13 de Março de 1966, em Muangai, província do Moxico, é um dos cinco partidos políticos correntes às eleições de Agosto deste ano, a par do MPLA (no poder), FNLA, PRS e Aliança Patriótica Nacional (APN), a mais recente formação política angolana. A CASA-CE é a única coligação concorrente.

Nas eleições de 2012, a UNITA foi o segundo partido mais votado com 18,7 porcento, elegendo 32 deputados. (ANGOP)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »