RDC confirma ter encontrado outras 10 valas comuns na região de Kasai

O procurador-geral da República Democrática do Congo anunciou nesta segunda-feira que foram encontradas outras dez valas comuns, que se somam às mais de 40 já descobertas durante a onda de violência da milícia Kamuina Nsapu, que aterroriza a população desde Agosto do ano passado.

As valas comuns foram descobertas na província de Kasai Central, informou o procurador-geral, Flory Kabange, em entrevista colectiva, na qual assegurou que a justiça do país abrirá uma investigação sobre o episódio.

Até o momento, tinham sido descobertas mais de 40 valas comuns que – segundo testemunhos de sobreviventes – os habitantes das áreas atacadas eram obrigados a cavar e enterrar os mortos.

“As investigações nos ajudarão a conhecer um pouco mais sobre a natureza da violência nesta província, bem como os seus autores” disse Kabange.

Pelo menos 3.300 pessoas morreram e mais de 1,3 milhão fugiram da região desde em Agosto do ano passado devido à violência da Kamuina Nsapu.

Mais da metade dos deslocados são menores que em algumas ocasiões foram separados dos seus pais ou recrutados por milícias.

Além disso, 475 mil congoleses fugiram para países vizinhos, segundo a Agência das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), 30 mil dos quais se refugiaram em Angola. (Terra)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »