Malanje: Jardim do Livro Infantil fomenta a leitura e o aparecimento de novos autores

O Secretário de Estado da Cultura, João Domingos Fiel Constantino, disse hoje, quinta-feira, que o Jardim do Livro Infantil incentiva o hábito pela leitura e fomenta o surgimento de novos autores e obras no domínio da literatura infantil.

Falando na abertura do acto central da 11ª edição do Jardim do Livro Infantil, o responsável disse que o livro infantil incentiva a auto-construção e promove a auto-determinação e autonomia da criança, tendo em conta que uma boa história ajuda a enriquecer o seu cérebro.

João Fiel Constantino disse que através do livro infantil se promove a cultura da paz que é também um processo de transformação individual, colectiva e institucional, pois ela nasce das convicções de indivíduos e evolui em cada país com base no histórico socio-cultural e economico.

“A cultura da paz que é um conjunto de valores, atitudes, comportamentos e modos de vida que rejeitam a violência e previnem conflitos abordando suas raízes através de diálogos e negociação, os seus valores são expressos em variadas formas pelos escritores através de livros infantis”, disse

O responsável referiu que a partir do programa Jardim do Livro Infantil se deve criar movimentos literários que concorram para a realização de feiras de livros, sessões de contos e de formação ligada a literatura, mas que para se conseguir lançar este desiderato, torna-se necessário que participem do mesmo, actores sociais, nomeadamente a família, escola, comunidade, sociedade, bibliotecas, comunicação social e crianças.

O Secretário de Estado frisou que com o empenho destes actores se poderá trabalhar no sentido de difundir os valores culturais, de modo a que as crianças e os jovens sejam educados com base nestes valores.

Nesta 11ª edição do Jardim do Livro contempla em todo país, o lançamento de livros, edições de livros, narração de contos tradicionais, iniciação as artes, músicas, desenho e pinturas e conversas com os mais velhos, o lançamento do livro vencedor do prémio literário do livro infantil edição 2017 intitulado “A princesa Preguiçosa” e a atribuição do prémio a vencedora Maria José Saraiva. (ANGOP)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »