Há droga pesada e armamentos a circular em Malanje

Denúncia é do delegado do Ministério do Interior que reconhece haver armas nas mãos da população

O transporte, posse e consumo de droga pesada está a preocupar os órgãos de segurança e ordem interna na província de Malanje, a julgar pela tipicidade de alguns “novos” crimes na região.

“Em alguns meios aqui em Malanje circulam droga pesada, não em quantidades que assustem já, mas circula”, revelou o delegado do Ministério do Interior, comissário António José Bernardo, sem se referir às quantidades ou o modus operandi dos criminosos.

Bernardo alerta, no entanto “o que assustar é a cannabis sativa (liamba) que está inclusive a criar transtorno do fórum psíquico a muito boa gente, principalmente jovens em idade activa para participar no processo produtivo e de crescimento do país”.

Armas por recolher

Noutra informação disponibilizada, o delegado do Ministério do Interior reconheceu que o processo de recolha massiva de armas de fogo em posse de civis contínua, mas ainda não atingiu os resultados desejados.

“Simplesmente estamos a assistir uma migração de armas de um lado para outro e parece haver muita arma na mão de quem não a deva ter”, admitiu. Bernardo.

Cinco crimes praticados com recurso a armas de guerra foram registados no princípio deste mês, confirmou o delegado do Ministério do Interior que reiterou o apelo de denúncia por parte da população.

O comissário da Polícia Nacional fez estas declarações por por ocasião de mais um aniversário da criação do Ministério do Interior em Angola.(VOA)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »