Estudantes dos PALOP vão poder estudar em universidade brasileira com custos reduzidos

José Borges tem apenas mais cinco dias em Varginha, Brasil, para concluir o seu estágio no Centro Universitário do Sul de Minas (UNIS), e trabalho não falta. Ele lidera uma iniciativa que busca alunos de países lusófonos que queiram estudar no Brasil.

Maio foi um mês importante para Borges, pois foi quando ocorreu o III Congresso Internacional organizado pelo UNIS. Pela primeira vez Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe foram representados no evento, que também contou com a participação da Rússia, Hungria, Portugal, México e outros países.

Entre os visitantes dos PALOP estavam Mahamudo Amurane, Presidente do Conselho Municipal de Nampula (Moçambique), e José Luís Santos, Presidente da Câmara Municipal da Boa Vista (Cabo Verde).

Segundo José Borges, a ida dos representantes ao congresso foi muito importante para o projecto, pois deu credibilidade e permitiu que os visitantes conhecessem a directoria e a estrutura do centro universitário.

“A minha maior alegria é de poder ser o pioneiro da entrada africana”.

Parcerias

Durante a semana do evento parcerias concretas foram estabelecidas. Agora os representantes vão divulgar o projecto em seus países e começar a seleccionar os alunos.

Os estudantes que forem escolhidos vão ter que fazer um teste a fim de entrar em uma universidade brasileira.

José Borges informa que os parceiros vão enviar o conteúdo do 12˚ ano para que o UNIS elabore o teste de acordo com o material ensinado em cada país.

Custo anual

Com o objectivo de atrair estudantes africanos, o UNIS reduziu o custo a ser cobrado dos alunos.

Os cursos nas áreas de Comunicação, Negócios e Educação vão custar 2 mil dólares por ano e podem ser pagos em 12 parcelas de 166.66 dólares por mês.

Os cursos de Saúde e Veterinária vão custar 2,250 dólares, enquanto os cursos de Engenharia e Arquitectura vão sair por 2,500.

Borges explica o que está incluído no valor de cada mensalidade: propina, transferência do aeroporto de Guarulhos, seguro de acidente, assistência burocrática e alojamento. Alimentação e transporte não estão incluídos (VOA)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »