Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Angola promete lutar pela passagem de fase

Os Palancas Negras jogam com as Chamas do Malawi, hoje às 16h00, no estádio do Palácio dos Desportos Royal Bafokeng, na cidade de Rustenberg, província do Noroeste, África do Sul, para a decisão do vencedor do Grupo A da 17ª edição do torneio internacional de futebol denominado Taça Cosafa.

No desafio, pontuável para a terceira e última jornada do grupo, a Selecção Nacional de Honras tem obrigatoriamente de triunfar, de modo a passar à outra fase da competição, muito por força do empate sem golos consentido na ronda anterior, diante das Estrelas do Kilimanjaro da Tanzânia.

Depois da igualdade na terça-feira à noite, os Palancas Negras regressam ao Royal Bafokeng apostados em garantir a qualificação para os quartos-de-final da Taça Cosafa. Mas o apuramento da equipa nacional também está dependente do resultado do jogo entre os tanzanianos e o Club M, Dodôs das Ilhas Maurícias.

Angola precisa de ganhar o encontro por mais de três golos e esperar pelo desfecho da outra partida do grupo. As quatro equipas estão com possibilidades de se qualificar para a outra fase da competição, com os Palancas Negras e as Chamas em melhores condições.

Este é o quarto desafio entre as duas selecções, com duas vitórias para os Palancas Negras, contra uma dos adversários. Angola venceu o Malawi, por 2-0, no dia 14 de Janeiro de 2010, no Estádio Nacional 11 de Novembro, em Luanda, na partida da fase final da 27ª edição da Taça de África das Nações (CAN).

No segundo encontro entre os países, disputado no dia 16 de Julho de 2013, no estádio Arthur Davies, na cidade de Kitwe, os angolanos venceram, por 3-2, em desafio particular.
Já na edição passada da Taça Cosafa, que teve lugar na Namíbia, na qual os Palancas Negras foram representados pela Selecção Nacional Sub-20, os Chamas triunfaram por 2-0 no estádio da Independência.

Equipa é para manter

Roberto Bianchi, seleccionador nacional, fez a antevisão do jogo. Em declarações, na terça-feira, à DSTV, disse: “Não vamos mudar nada. Queremos ter solidez defensiva. Temos o nosso estilo de jogo, porque estamos a rodar o grupo. Vamos decidir a qualificação no último desafio”.

Estrelas do Kilimanjaro e Palancas Negras partilham a primeira posição do grupo, com quatro pontos, com a vantagem de um golo dos tanzanianos, que precisam apenas de fazer o mesmo resultado dos angolanos para assegurar a qualificação.

O vencedor do Grupo A vai defrontar os Bafana Bafana da África do Sul, anfitriões da competição, no domingo às 16h00, no estádio Royal Bafokeng, para os quartos-de-final do torneio.

À frente dos destinos dos Palancas Negras desde Março, Roberto Bianchi olha com ambição para o futuro competitivo, de modo que aproveita a presença no torneio regional para dar consistência aos jogadores, visando a disputa da eliminatória de apuramento para o CHAN, prova continental reservada a atletas que actuam nos respectivos países, cuja a primeira “mão” acontece no dia 16 de Julho, na cidade de Port Louis, frente às Ilhas Maurícias.

Depois da derrota na estreia diante dos Mambas de Moçambique e empate frente aos Bafana Bafana, em amistoso, bem como do desaire na visita ao reduto dos Cavalos do Burkina Faso, na corrida ao CAN de 2019, nos Camarões, a Selecção Nacional procura entrar para um quadro de triunfos regulares.
Os bons indicadores deixados no jogo de Ouagadougou, apesar da derrota (3-1), tiveram continuidade nas duas jornadas disputadas nas Taça Cosafa. (Jornal de Angola)

por António Cristóvão

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »