Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Candidaturas para habitações do Estado iniciam dia seis de Julho

O processo de formalização de candidaturas para compra de habitações do Estado, na modalidade de venda ao público livre, nas centralidades de Capari (Bengo) e Km44, arranca no próximo dia seis de Julho, segundo uma nota de imprensa da empresa Imogestin chegada hoje à Angop.

Inicialmente previsto para última semana do mês em curso, refere a nota, razões de ordem técnica estiveram na base da alteração da data.

Para a venda nesta modalidade, o processo inicia com a formalização das candidaturas, via internet através portal www.imocandidaturas.co.ao lançado pela imogestin com o objectivo de facilitar os interessados em adquirir uma residência e conferir transparência no processo.

Por este facto, nesta primeira etapa do processo de comercialização, as candidaturas estão abertas a todas as pessoas interessadas no regime de venda livre, não servindo para função pública nem para venda dirigida para funcionários de grandes empresas públicas e privadas

Quando as candidaturas estiverem disponíveis na base de dados da imogestin, o candidato irá receber uma mensagem com a confirmação de que foi recebida e está sujeita a avaliação, obedecendo a um conjunto de procedimentos para sua validação.

Quanto aos preços das residências, estes estão fixados em kwanzas e registará um alargamento do regime da propriedade resolúvel para o segmento da venda ao publico livre.

Quanto às restantes centralidades espalhadas pelo país, o processo de comercialização vai decorrer no terceiro trimestre do ano em curso, devido à falta de conclusão das infra-estruturas externas destes projectos, tais como vias de acesso, energia e água.

Ao contrário do registado em 2012, neste novo processo de comercialização de habitações, a função pública terá uma quota de 40 porcento, a Venda Livre 30 porcento e Venda Dirigida também 30 porcento.

Além de Capari (Bengo) e KM44 (Luanda), a imogestin está a gerir as habitações nas centralidades do Zango 0 e Zango 8000, Praia Amélia no Namibe e 5 de Abril (Namibe), centralidade do Dundo (lunda Norte), 5 de Abril, Quilemba (Huíla), Baia Falta, Lobito, Luhongo (Benguela), 4 de Abril (Cabinda). (Angop)

1 comentário
  1. Manuel Diogo Diz

    esperar que sejam credíveis as vossas informações

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »