Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Três polícias acusados de encobrir assassínio de adolescente negro

Três agentes da polícia de Chicago foram acusados de mentir e conspirar para encobrir o assassínio em 2014 de um adolescente negro, alvejado 16 vezes por um polícia branco.

A acusação, divulgada na terça-feira ao final do dia, alega que um atual e dois ex-polícias mentiram sobre os acontecimentos de 20 de outubro de 2014, quando o agente Jason Van Dyke, 37 anos, matou Laquan McDonald, de 17.

A versão dos polícias prevaleceu até ser divulgado, em 2015, o vídeo filmado pela câmara de bordo do carro patrulha, no qual se vê o adolescente cair no chão depois de ter sido alvejado, aparentemente incapacitado, e o agente a continuar a disparar tiro atrás de tiro sobre o seu corpo.

Van Dyke foi então acusado de homicídio qualificado e aguarda julgamento.

A acusação aos três polícias alega ainda que os agentes mentiram quando afirmaram que o jovem ignorou ordens verbais e que um deles mentiu num relatório em que afirmou que os outros dois foram atacados pelo adolescente.

“Os conspiradores criaram relatórios policiais nas primeiras e decisivas horas e dias após o homicídio de Laquan McDonald que continham informação falsa”, lê-se na acusação.

Os três polícias são acusados de obstrução à justiça, desvio de conduta e conspiração.

Patricia Brown Holmes, nomeada em julho procuradora especial para investigar os agentes que assistiram ao incidente, afirmou num comunicado que os três polícias acusados — David March, Joseph Walsh e Thomas Gaffney — “coordenaram as suas ações para se protegerem mutuamente e a outros membros do Departamento de Polícia de Chicago”.

Entre outras ações, os três submeteram relatórios falsos, ignoraram provas em contrário e não entrevistaram testemunhas chave.

“A acusação deixa claro que estes arguidos foram mais longe do que o chamado ‘código de silêncio'”, acrescentou, precisando que eles “mentiram para impedir investigadores independentes de chegar à verdade”. (Notícias ao Minuto)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »