Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

UNTA analisa conversão de carreira e valorização dos seus filiados

A conversão de carreira, a valorização do trabalho e a situação socioeconómica dos trabalhadores e empresas foram debatidas hoje, terça-feira, em Luanda, pela União dos Sindicatos de Luanda e seus filiados.

A secretária da UNTA a nível de Luanda, Filomena Soares, disse à imprensa que a organização auscultou os líderes das associações e os filiados sindicais, mormente as situações que se vive no seio dos trabalhadores e empresas, concernente a função pública, face aos problemas existentes.

Referiu ser objectivo auscultar os associados no sentido de fornecerem os seus pontos de vista em relação a essas questões, cumprindo uma orientação saída do lançamento da estratégia “Ponto de vista mais acção sindical”, durante o conselho sindical realizado em 2016.

Esclareceu que todas as províncias terão as plenárias provinciais com o mesmo propósito e, em Julho, realizar-se-á a plenária regional, em que participarão as províncias de Luanda, Bengo, Uíge, Malange e Cabinda, com o propósito de analisar as situações que afligem os trabalhadores e filiados, em particular, a nível nacional.

Acrescentou que vai culminar com a elaboração de um quadro geral dos problemas dos associados e posteriormente submeter as entidades superiores.

Filomena Soares disse que, na semana passada, discutiu-se a estratégia de revitalização das estruturas da UNTA-CS, a situação económica dos trabalhadores e a educação dos trabalhadores para o exercício de um voto seguro, face aos programas apresentados pelos partidos políticos e seus candidatos às eleições de Agosto próximo.

Por fim, apelou aos trabalhadores no sentido de acatarem as orientações, porquanto o executivo tem estado a trabalhar para melhorar as condições laborais e intensificar o apoios ao empresário nacional, pois só garantindo o aumento do investimento haverá esperança de mais empregos.

A União de Sindicatos de Luanda controla 514 mil e 241 trabalhadores, 321 mil e 289 filiados, dentre os quais 133 mil e 530 mulheres. (ANGOP)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »