Portal de Angola
Informação ao minuto

Joesley diz ter sido avisado que Temer pressionou BNDES a atender pedido da JBS

(DR)

Dono da empresa prestou depoimento à PF na semana passada. Segundo Joesley, ex-ministro Geddel Vieira Lima o informou sobre assunto; BNDES negou pedido de Temer sobre a JBS.

empresário Joesley Batista, dono da JBS, afirmou em depoimento que soube, pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima, que o presidente Michel Temer teria chamado a então presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Maria Silvia Bastos, para pressioná-la a atender a um pedido da JBS

Delator da Lava Jato, Joesley Batista prestou depoimento à Polícia Federal na última sexta (16). O depoimento dele consta do inquérito enviado pela PF ao Supremo Tribunal Federal (STF) no qual o presidente Temer é investigado.
De acordo com o empresário, Temer teria pedido a Maria Silvia que não vetasse uma reestruturação societária da JBS no exterior. A data desse encontro não foi informada.

Maria Silvia Bastos deixou o comando do BNDES no mês passado alegando razões pessoais, mas, segundo a GloboNews, ela decidiu pedir demissão porque sofria pressão de empresários para liberar créditos.
O que diz o BNDES

Em nota, o BNDES disse que a ex-presidente Maria Silvia participou de uma reunião, em 24 de outubro de 2016, com o presidente Michel Temer e o assunto foi a operação de internacionalização da JBS.
Ainda segundo a nota, o presidente Michel Temer somente ouviu as razões que levaram o banco a vetar a operação, não tendo solicitado que a diretoria alterasse a decisão. (G1)

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »