- Publicidade-
InicioEconomiaBié: Governo está apoiar a produção de arroz na província

Bié: Governo está apoiar a produção de arroz na província

O Governo da província do Bié está apoiar os pequenos produtores de arroz, na intenção de desenvolver a cultura, diversificar a economia e melhorar a qualidade de vida da população, através do aumento da oferta do cereal as famílias.

A informação é do vice-governador do Bié para área política e social, Carlos Ulombe Esperança da Silva, em declarações hoje (segunda-feira) no Cuito, no âmbito da divulgação dos resultados do quinquénio 2012/2017 do sector da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas.

De acordo com Carlos Ulombe Esperança da Silva, a revitalização do cultivo do arroz na região, teve o seu início em 2009 nos municípios do Cuemba, Camacupa e Cuito, tendo em conta, que na época colonial foram já localidades de cultivo do cereal.

Plantação de Arroz
(Foto: António Escrivão)

Para relançar a produção de arroz, disse, o governo local conta com o apoio de iniciativa privada, salientando que até 2022, prevê o relançamento do cultivo de arroz nas municipalidades do Cunhinga, Andulo, Nhârea, Chitembo, Catabola e Chinguar.

Outrossim, reconheceu o empenho dos camponeses quanto ao cultivo do milho, feijão, café, batata-rena e doce, mandioca, entre outros produtos, salientando que a acção tem contribuído bastante no combate à fome e à pobreza nas famílias.

No ano transacto, os camponeses colheram 700 mil e 446 toneladas de milho, arroz, trigo, massango e massambala, contra os 149 mil e 635 que existia em 2012, bem como 235 mil e 415 toneladas de feijão, soja e amendoim, e um milhão 705 mil e 868 toneladas de tubérculo (batata-rena e doce e mandioca).

A província do Bié é, em superfície, a oitava maior de Angola, com uma extensão de 70 mil e 314 quilómetros, possuindo as coordenadas 10º34, 14º18 de latitude sul e 15º42 e 19º13 de longitude, encontrando-se o centro “Geodésico” do país. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.