Radio Calema
InícioGovernos ProvinciaisGoverno Provincial de LuandaEmbaixadores do Sudão e do Marrocos reúnem com governador de Luanda

Embaixadores do Sudão e do Marrocos reúnem com governador de Luanda

Os embaixadores da República do Sudão e do Reino dos Marrocos em Angola, Khalid Mohamed Farah El Fahal e Saadia El Alaoui, respectivamente, deslocaram-se hoje, terça-feira, ao Governo da Província de Luanda para abordar questões relacionadas com a cooperação entre os seus países e Angola.

Recebidos em audiências separadas pelo governador da província de Luanda, Higino Lopes Carneiro, os diplomatas tiveram a oportunidade de falar sobre a possibilidade de cooperação entre Cartum/Luanda e Cassablanca e Luanda nos mais diversos domínios.

Depois do encontro, que aconteceu na sede do Governo provincial, no distrito urbano da Ingombota, Khalid Mohamed Farah El Fahal disse à imprensa que a intenção é o relançamento das bases de cooperação entre a República do Sudão e Angola .

O diplomata sudanês disse que a pretensão é intensificar cada vez mais os laços de cooperação já existentes entre as autoridades angolanas e do seu país.

Segundo o diplomata, a intenção é que estas relações sejam abrangentes, igualmente, para os governos de Luanda e de Cartum em diversos domínios.

Já a embaixadora do Reino dos Marrocos em Angola, Saadia El Alaoui, manifestou também o desejo de levar avante o projecto de geminação entre Casablanca e Luanda nos vários domínios.

“ Existe um número importantes de sectores a cooperar entre as duas capitais, onde podemos perspectivar com realce para a gestão urbana e das duas metrópoles”, sublinhou.

De acordo com a diplomata, no encontro com o governador de Luanda esteve patente o desejo da implementação dos laços de cooperação e trabalhar no seu reforço. (Angop)

Siga-nos

0FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.