Juliana Silva eleita Miss Angola EUA 2017

A estudante de engenharia electrónica da Universidade do Texas, de 20 anos de idade, Juliana Silva, foi eleita Miss Angola EUA 2017, numa cerimónia realizada sexta-feira, no auditório da Howard University em D.C.

A jovem é membro de uma organização com fins não-lucrativos, Team God, cujo objectivo, entre outros, é a construção de um posto médico no município do Golungo Alto, na província do Cuanza Norte.

De entre as actividades de arrecadação de fundos para a organização, o grupo de jovens do Team God realizou em Angola shows de música gospel, informou Juliana Silva, incentivando todos a contribuir para a implementação do projecto de um posto médico no Golungo Alto.

Organizado pela Associação Comunitária Kudissanga, o evento contou com o patrocínio da Embaixada de Angola nos EUA, Câmara do Comércio EUA-Angola, Howard University, Eonis Media, Hamad-Investimentos, entre outras empresas.

As participantes nesta edição do concurso Miss Angola nos EUA dominaram a passarelle em trajes tradicional, fatos de banho e de noite.

Com sete candidatas, todas estudantes angolanas nos EUA, representaram os Estados do Texas, Massachutsetts (Boston), Chicago (Illinois), New England e Maryland (Baltimore).

Juliana Silva, que vai participar no próximo Concurso Miss Angola na capital do país, recebeu a corôa da sua predecessora Michaela Pinto, Miss Angola EUA 2015.

Honrou o evento com a sua presença, Agostinho Tavares, embaixador de Angola nos EUA, que se fez acompanhar da embaixatriz Prudência da Silva, que felicitaram as concorrentes eleitas.

Na oportunidade, o diplomata angolano felicitou os organizadores do concurso, enfantizando que “além da oportunidade de se mostrar a beleza da mulher de Angola, o mesmo serve para a divulgação da cultura angolana nos EUA.

Anaisa Falgueira, de 23 anos de idade, foi eleita primeira dama de honor. A segunda dama de honor é Sheryl St. Michel.

O evento contou com a animação do músico angolano Kyaku Kyadaff.

De entre os convidados destaca-se a presença do embaixador de Angola junto da Missão Permanente de Angola na ONU, Ismael Martins, assim como diplomatas seniores em missão em Washington. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »