Huambo: Kundi Paihama consola população do Cunene

O governador da província do Huambo, Kundi Paihama, tranquilizou hoje, sexta-feira, à população do Cunene a estar calma e a seguir o exemplo patriótico e de excelente académico do seu homólogo desta região do país, António Didalelwa, falecido na última quarta-feira, vítima de doença, em Luanda.

Em declarações à Angop, o governador do Huambo pediu a população da província do Cunene a manter-se calma e tranquila, seguindo, deste modo, os bons feitos do malagrado, para que a região possa continuar a trilhar os caminhos do progresso e do desenvolvimento.

De malas feitas para província do Cunene, a fim de assistir ao funeral do governador António Didalelwa, previsto para sábado, dia 03, Kundi Paihama disse ser uma perca irreparável, tendo em conta o seu carácter e o seu contributo na luta de libertação nacional, além de ter sido um brilhante estudante e, ao mesmo tempo, militante do MPLA, onde chegou a ser 1º secretário provincial do Cunene.

Sabe-se, prosseguiu, a província do Cunene é uma região bastante sofrida, por isso, consideramos António Didalelwa um herói, por aquilo que fez em prol daquela população.

Kundi Paihama descreve que com o seu talento, António Didalelwa tinha sempre uma palavra a dizer, quando o assunto era dar contribuição construtiva para o bem do Governo e do MPLA, em particular, e da população, em geral.

Este desaparecimento prematuro, segundo o governador, surpreendeu-o bastante, justamente neste momento de imensos desafios para pôr em prática todas as orientações saídas do VII Congresso Ordinário do MPLA. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »