Bengo: Lançado projecto de reprodução de peixe em gaiolas na lagoa do Úlua

Um projecto para reprodução de peixe em gaiolas na lagoa do Úlua, na província do Bengo, foi lançado nesta sexta-feira, em acto orientado pela secretária de Estado das Pescas, Antónia Nelumba.

São beneficiários deste projecto, orçado em nove milhões de dólares, trinta ex-militares e suas famílias, inseridos em cinco cooperativas, que verão assim melhorada a sua dieta alimentar e as suas fontes de rendimentos.

O projecto comporta 15 gaiolas distribuídas para cinco cooperativas de seis elementos cada e é esperada uma produção anual de treze toneladas de Tilápia (Cacusso).

Participaram na concepção e implementação do projecto o Ministério das Pescas, que financiou, o Ministério da Reinserção Social e o IRSEM, o Instituto de Apoio a Pesca Artesanal e a empresa LN2, que forneceu os insumos (gaiolas, ração e alevinos), bem como procedeu a formação dos aquicultores inseridos nas cooperativas e garantirá o apoio técnico.

Na ocasião, a secretária de Estado das Pescas, Antónia Nelumba, disse que o seu sector tem estabelecido políticas para o aumento da disponibilidade de alimentos e garantia da segurança alimentar no país, principalmente com a produção de proteína animal, gizando programas de intervenção junto das comunidades, empresas e entidades interessadas na realização da aquicultura.

“Fomentar a aquicultura para aumentar e diversificar a produção pesqueira é um dos nossos desafios, por isso, através do Programa Dirigido para o aumento da produção de pescado, aprovado pelo Executivo, estamos a apoiar não só o empresariado de âmbito comercial, mas também a implementar projectos aquícolas na modalidade de gaiolas ou tanques escavados, dependendo das condições apresentadas pela zona de implementação do projecto para a aquicultura comunal”, explicou a governante. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »