Prejuízos do incêndio do mercado do Kicolo avaliados em mais de 40 milhões de kwanzas

Os prejuízos materiais do incêndio ocorrido no mercado do Kicolo, município de Cacuaco, que afectou 150 barracas, estão avaliados em mais de 40 milhões de kwanzas, disse o porta-voz do comando da Polícia Nacional, Mateus Rodrigues.

Em declarações à Angop, Mateus Rodrigues, referiu que do incêndio, causado por fogo posto, ficaram destruídos produtos diversos, com destaque para material de construção e electrodomésticos que se encontravam no local para venda.

De acordo com o oficial, a polícia deteve terça-feira, um segundo homem, de 27 anos de idade, membro do grupo de seis elementos, acusados de protagonizar o incêndio.

“ Nos interrogatórios, os dois detidos confessaram ter deitado fogo na barraca de uma vendedora que devia 700 kwanzas, fruto de trabalhos de limpeza prestado durante a semana. Como a senhora recusava-se a pagar, foi ateado fogo na barraca que se foi alastrando para outras ”, explicou.

Com a extensão do incêndio, prosseguiu, instalou-se o pânico no local e elementos do grupo e outras pessoas começaram a fazer saques.

Localizado entre os bairros do Compão, Boa esperança e Augusto Ngangula, o mercado do Kicolo é o maior do município de Cacuaco e alberga mais de seis mil vendedores que comercializam material de construção, vestuários, equipamentos eléctricos e electrónicos, geradores, calçados, horto-frutícolas entre outros bens de primeira necessidade. (ANGOP)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »