Proposta de Isabel dos Santos não evitou fecho da BHS

Isabel dos Santos chegou a ser apontada como estando interessada na cadeia de retalho britânico. As propostas recebidas não foram suficientes para salvar o grupo fundado em 1928, levando 11 mil trabalhadores para o desemprego.

A retalhista britânica BHS – British Home Stores vai fechar, levando 11 mil trabalhadores para o desemprego.

Depois de uma longa batalha para salvar a empresa, os administradores concluíram que não existiam ofertas capazes de relançar o negócio. Os trabalhadores já foram avisados deste cenário.

As 163 lojas no Reino Unido deverão fechar portas nas próximas semanas, aquando da ruptura de “stock”.

A empresária angolana Isabel dos Santos foi um dos nomes avançados  entre os interessados na cadeia fundada em 1928, como avançou a Sky News. A BHS dedica-se à venda de roupa, utensílios domésticos e electrónica.

Este é o maior colapso no retalho britânico desde o fecho da Woolworths em 2008.

A BHS encontrava-se sob administração judicial desde o passado mês de Abril, com um défice de 571 milhões de libras (737 milhões de euros) no seu fundo de pensões. (jornaldenegocios)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »