Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Maternidade do Hospital Geral de Lunada reaberto ao público

Os serviços de maternidade do Hospital Geral de Luanda na comuna do Camama, município de Belas, com a capacidade para o internamento de 90 pessoas, foram reabertos no fim-de-semana ao público.

Os serviços paralisados há quase seis anos reabrem numa nova ala da instituição hospitalar e vai prestar atendimento em diversas áreas com destaque para ginecologia e obstetrícia, pré- natal, planeamento familiar, parto e bloco operatório.

O corpo clínico da Maternidade é composto por nove especialistas, sendo sete angolanos e dois cubanos e 52 enfermeiros.

A directora Provincial de Saúde, Rosa Bessa, disse o governo tem primado pela humanização dos serviços de saúde, com o propósito de melhorar a qualidade e o atendimentos ao público.

Segundo a responsável é necessário associar a prioridade na humanização dos serviços ao empenho de todas as pessoas envolvidas na melhoria da qualidade da saúde no país, para que as equipas e técnicos realizem um trabalho desejados por todos.

A maternidade, segundo o director–geral do HGL, Carlos Zeca, tem capacidade para 90 camas e possui 21 berçários, 12 incubadoras, salas de pré parto, parto e pós-parto e banco de urgência.

Possui ainda serviços de corte de transmissão vertical, aconselhamento, pré-natal, ginecologia, obstetrícia, infertilidade, papanicolau (para rastreio do cancro do útero) e ecografia.

A maternidade contará com oito médicos especialistas e 52 enfermeiros.

De recordar que o Hospital Geral de Luanda foi demolido em 2001, devido a fissuras no edifício, e reaberto em Junho de 2015. (ANGOP)

Deixe uma comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »